Doenças Respiratórias

Você sabe para que serve e quanto tempo dura a nebulização? Confira!

quanto tempo dura a nebulização

O uso correto do nebulizador pode fazer muita diferença na saúde de toda a família. Por isso é fundamental entender como o aparelho funciona e quanto tempo dura a nebulização para obter todos os benefícios que esse método oferece.

Neste artigo, vamos explicar para que serve a nebulização, sua importância no tratamento das doenças respiratórias, bem como sobre o processo de nebulização e quanto ele demora. Acompanhe para saber mais!

Para que serve a nebulização?

A nebulização serve para levar medicamentos às vias respiratórias de maneira mais rápida e eficiente do que os remédios orais. É um tipo de aerossolterapia, ou oxigenoterapia, que utiliza a inalação de vapores para tratamentos de problemas respiratórios.

Nesse sentido, ela é muito útil no controle de várias doenças, como asma, sinusite, bronquite, entre outras. Além disso, ela é eficaz para os casos de alergias respiratórias, como rinite, congestão nasal e chiados no peito, promovendo alívio dos sintomas com o uso regular.

Benefícios da nebulização

O processo de nebulização permite inalar diferentes medicamentos, sendo uma maneira prática para tratar diversas doenças respiratórias. Além disso, ela proporciona os seguintes benefícios:

  • facilita o uso — não há necessidade de fazer pausas na respiração e pode ser usado em qualquer idade;
  • previne doenças respiratórias — elimina a sensação de secura da garganta, alivia os sintomas alérgicos e previne problemas respiratórios;
  • reduz efeitos colaterais — evita os problemas que podem surgir com a ingestão de medicamentos;
  • proporciona ação anti-inflamatória.
  • previne complicações de doenças respiratórias.

Qual a importância da nebulização?

A nebulização proporciona maior absorção dos medicamentos pelo organismo. Além disso, o vapor consegue atingir as vias respiratórias com maior velocidade, pois a medicação não precisa passar pelo sistema digestório para fazer efeito.

Antes, a nebulização era realizada apenas em enfermarias e hospitais. No entanto, o avanço da tecnologia permitiu o desenvolvimento de diversos tipos de nebulizadores, que podem ser utilizados em domicílio e, até mesmo, transportados na bolsa.

Nesse sentido, a nebulização pode ser feita em casa, com soro fisiológico ou medicamentos indicados pelo médico. Isso evita as idas emergenciais ao pronto-socorro, promovendo maior conforto e adesão ao tratamento, podendo tratar diversos problemas respiratórios, como os que comentamos, a seguir.

Asma

A asma é uma doença crônica, que dificulta a respiração. As crises podem ser controladas por meio da hidratação das vias respiratórias com o uso do nebulizador.

Sinusite

A sinusite ocorre quando há uma infecção nos seios da face; a mucosa se torna propícia para o desenvolvimento de fungos, bactérias e vírus. Para aliviar os sintomas e facilitar a eliminação do muco, a nebulização se mostra eficaz.

Bronquite

A bronquite, de origem viral ou bacteriana, se refere à inflamação das vias respiratórias, provocando acúmulo de muco e dificultando a respiração. Os sintomas são tosse, produção de secreção, chiado no peito, falta de ar, coriza e febre. A nebulização facilita a eliminação do muco e alivia os sintomas, promovendo a melhora da doença.

Gripes e resfriados

Os estados de gripes e resfriados podem provocar congestão nasal e coriza, além de tosse e muito desconforto ao respirar. A nebulização ameniza os sintomas e evita que o muco acumulado desenvolva outras doenças, como bronquite, asma ou pneumonia.

Alergias respiratórias

Em geral, as crises alérgicas ocorrem quando a pessoa aspira algum agente alérgeno, como fumaça tóxica, poeira e odores fortes de perfumes ou produtos químicos. A nebulização promove a umidade e a limpeza das vias respiratórias, evitando o agravamento dos sintomas.

Como o procedimento funciona?

Para fazer a nebulização é necessário um equipamento que contém máscara, fluxômetro, mangueira, frasco nebulizador, além do próprio aparelho nebulizador. Nesse aparelho é adicionado soro fisiológico ou medicação indicada pelo médico no local adequado do inalador.

Quando ligado em rede elétrica ou bateria, o aparelho transforma o estado líquido do medicamento em um gás que transporta partículas finas suspensas, permitindo que elas sejam absorvidas por meio da respiração.

Dependendo do tipo de nebulizador, a pessoa precisa utilizá-lo na posição sentada. Isso ajuda no correto funcionamento do aparelho e evita que ocorra a aspiração de secreções. Outros modelos, como o ultrassônico e o de malha vibratória, podem ser utilizados até na posição deitada.

Tipos de nebulizadores

Os dois principais tipos de nebulizadores são o compressor e o ultrassônico. O primeiro utiliza o ar comprimido para fazer a transformação do estado líquido para o gasoso, com acionamento elétrico por uma bomba de ar anexada a um aparelho.

O ultrassônico é um modelo com mais tecnologia, que faz a passagem do estado líquido para o gasoso por meio de oscilações de um transdutor próprio. Dessa forma, as partículas em suspensão são geradas por vibrações mecânicas.

Há também o nebulizador portátil com tecnologia de malha vibratória (Mesh), que tem uma membrana microperfurada na parte de cima do reservatório líquido. Quando vibrada, provoca uma diferença de pressão, favorecendo a passagem da substância a ser nebulizada por meio das microperfurações, gerando aerossóis.

Quanto tempo dura a nebulização?

O tempo de duração da nebulização depende do tipo de nebulizador. Em geral, todo o processo demora de 15 a 20 minutos ou até o líquido acabar. Esse procedimento pode ser feito pela manhã e antes de dormir.

Quais são os cuidados necessários e as contraindicações?

É muito importante ler o manual do equipamento e seguir as orientações médicas, utilizando no aparelho apenas as substâncias prescritas.

Quanto às contraindicações, não há para a nebulização com soro fisiológico, podendo ser feita em bebês, crianças, adultos, inclusive, durante a gravidez. No entanto, para fazer com medicamentos, é fundamental seguir as orientações médicas.

A nebulização com soro fisiológico é um excelente auxiliar no tratamento da sinusite. Para fazer a nebulização em casa, deve-se colocar no copo do nebulizador cerca de 5 a 10 ml de soro fisiológico, posicionando a máscara próxima ao nariz, respirando o ar.

Como vimos, é importante saber quanto tempo dura a nebulização e como utilizar o nebulizador, já que o seu uso correto proporciona muitos benefícios à saúde de pessoas em qualquer faixa etária. No entanto, é fundamental seguir as orientações médicas e escolher um nebulizador de qualidade.

Gostou das informações deste post? Para saber mais sobre os nebulizadores, entre em contato conosco!

Share

Sugestões de artigos

ECG portátil, MRPA e MAPA: conheça tecnologias que salvam vidas

Descubra como a tecnologia ECG portátil e os exames MRPA e MAPA estão transformando o cuidado da saúde cardiovascular!

Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Você sabe a diferença existente entre rinite alérgica e sinusite? ... Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Inalação e aspiração nasal: o que saber sobre o assunto

Inalação e aspiração nasal: confira, neste guia, tudo o que você precisa saber sobre esses procedimentos!

Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?

Você notou que agora os canais de comunicação estão falando ... Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?