Doenças Respiratórias

Descubra com esses 3 passos como higienizar o nebulizador corretamente

como higienizar o nebulizador

A nebulização é um método prático, rápido e eficiente que ajuda no tratamento de diversas doenças respiratórias agudas e crônicas, podendo ser realizada em casa. No entanto, é fundamental saber como higienizar o nebulizador e utilizá-lo corretamente para obter o máximo de eficácia e evitar contaminações por bactérias e vírus.

Esse método é indicado para os casos de asma, bronquite, sinusite, infecções e inflamações respiratórias, em geral. Além disso, ele ajuda na umidificação das vias aéreas, fluidificação das secreções e administração de medicamentos broncodilatadores. O nebulizador pode ser utilizado por crianças, idosos e gestantes, desde que as recomendações médicas sejam devidamente seguidas.

Para saber sobre a correta higienização e utilização do nebulizador, entrevistamos o Dr. Fábio Freire José, especialista em Clínica Médica pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica e Associação Médica Brasileira, que nos deu valiosas dicas, com indicações dos cuidados essenciais em tempos de pandemia. Acompanhe!

Afinal, qual a importância da higienização e uso adequado do nebulizador?

De acordo com o Dr. Fábio Freire, a contaminação por bactérias e vírus, incluindo o coronavírus, pode ter efeitos devastadores para os que já têm doenças que comprometem o sistema respiratório. Considerando que as pessoas que mais necessitam de nebulizador têm doenças respiratórias crônicas que podem evoluir e se agravar, a higienização correta é de importância fundamental para evitar complicações.

Nesse sentido, um estudo brasileiro publicado no Jornal Brasileiro de Pneumologia (2019) sobre a contaminação microbiológica de nebulizadores utilizados por pacientes com Fibrose Cística apontou uma prevalência de 71,6% de contaminação nas diferentes partes do nebulizador (máscara, copo, entre outras).

O estudo detectou contaminação bacteriana em 56,8% dos casos e fúngica em 45,9% das ocorrências. Além disso, a pesquisa apontou que a contaminação dos nebulizadores está associada ao tipo de limpeza, esterilização e secagem dos aparelhos, observando que a lavagem utilizando apenas água com hipoclorito, secando com papel toalha ou de maneira natural são insuficientes para evitar contaminações que podem levar à infecção pulmonar.

Como fazer a nebulização adequada em período de pandemia?

A pandemia causada pela COVID-19 requer muito mais cuidado e atenção para evitar contaminações. Nesse sentido, é importante observar que os nebulizadores geram partículas de aerossol no tamanho de 1-5 µm para o tratamento das vias aéreas inferiores e partículas maiores de 5-10 µm para o tratamento das condições das vias aéreas superiores.

O risco de transmissão de infecção por gotículas e aerossóis pode aumentar durante tratamentos com nebulizadores em hospitais ou em outros locais públicos devido ao potencial de criar uma grande quantidade de aerossóis respiratórios que podem ser lançados a uma distância maior do que ocorre normalmente durante a respiração.

Assim, as partículas maiores podem provocar a tosse do paciente e das pessoas próximas e aumentar o risco de disseminação da doença. Veja, a seguir, as recomendações da OMRON Internacional quanto às precauções que devem ser observadas ao utilizar um nebulizador.

Uso em hospitais ou outros ambientes públicos

O uso em hospitais deve ser evitado, a menos que a condição médica do paciente exija tratamento urgente, o que deve ser decidido pelos médicos. Nesses casos, é preciso ter os seguintes cuidados:

  • desinfetar o dispositivo completamente antes e logo após o uso;
  • evitar a proximidade de pessoas durante o tratamento — o ideal é que o paciente faça o tratamento sozinho em uma sala separada;
  • utilizar um novo kit estéril para cada tratamento.

Uso do nebulizador em casa

Para utilizar o nebulizador em casa, os pacientes devem seguir as orientações de seus médicos. Em geral, devem ser observados os seguintes cuidados:

  • antes de cada tratamento por inalação, o aparelho deve ser desinfetado completamente, de acordo com as instruções do fabricante e as orientações médicas;
  • durante o tratamento com nebulizador, o paciente deve ficar sozinho em uma sala separada;
  • desinfetar o equipamento logo após o uso;
  • não utilizar o mesmo nebulizador com outros membros da família para minimizar o risco de contaminação.

Como higienizar o nebulizador corretamente em tempos de pandemia?

Devido ao poder de contaminação e proliferação do novo coronavírus, a limpeza e desinfecção dos nebulizadores devem ser realizadas com muita precisão, pois os aerossóis (névoa gerada pelo nebulizador) podem transportar bactérias e vírus para o pulmão de maneira profunda. Veja, a seguir, os cuidados essenciais que o Dr. Fábio Freire José recomenda.

1. Tenha cuidados essenciais a cada uso do nebulizador

A cada utilização do nebulizador, devem ser observados os seguintes cuidados:

  • lave as mãos com sabão;
  • desmonte todas as peças em contato com a solução nebulizada;
  • lave as peças com água da torneira quente, usando um sabão alcalino suave por cerca de um minuto;
  • seque as peças com tecidos limpos ou papel-toalha.

Caso haja especificação do fabricante que permita utilizar a máquina de lavar louça, ela pode ser adotada como alternativa para o processo de lavagem e secagem.

2. Faça a complementação da higiene semanalmente

Uma vez por semana a pessoa deve enxaguar ou borrifar as peças com etanol a 70%, enxaguar e deixar secar naturalmente. Também é possível utilizar soluções recomendadas pelo fabricante ou fazer a sua própria, com vinagre e água. A proporção deve ser uma parte de vinagre branco para 3 partes de água, deixando as peças mergulhadas por 30 minutos.

Mas é importante observar que não se deve lavar a tubulação ou a máquina de ar comprimido com água, pois o tubo é difícil de secar e a máquina não deve ser limpa dessa maneira. No entanto, é possível limpar a parte externa dessas peças com uma toalha úmida com sabão ou lenço umedecido.

3. Esterilize corretamente o nebulizador

Não basta apenas higienizar o nebulizador, é preciso esterilizá-lo para eliminar qualquer microrganismo. Veja como:

  • mergulhe as partes em álcool isopropílico a 70% por 5 minutos;
  • mergulhe em peróxido de hidrogênio a 3% por 30 minutos;
  • mergulhe em solução feita com uma parte de vinagre branco e 3 partes de água, por 30 minutos.

Quais outros cuidados precisamos ter no período de pandemia?

Devido ao grande poder de contaminação do novo coronavírus, é essencial ficar atento ao uso adequado do nebulizador, bem como à sua completa higienização como medidas de segurança e proteção, tanto para o usuário quanto para as pessoas da convivência diária.

Outro cuidado que o Dr. Fábio observa é que, embora o aparelho possa ser compartilhado em situações normais, as suas partes (bocal, máscara e tubos) precisam ser de uso individual. De qualquer forma, em época de pandemia é melhor evitar o compartilhamento, inclusive da máquina do nebulizador, para diminuir o risco de contaminação.

Como vimos, é fundamental saber como higienizar o nebulizador para obter o máximo de sua eficiência sem perigo de contaminações. Nesse sentido, é muito importante seguir as recomendações e dicas que comentamos ao longo deste artigo, principalmente as pessoas que se encontram no grupo de risco da COVID-19 por problemas respiratórios, como os asmáticos.

Gostou deste artigo? Amplie seus conhecimentos lendo mais um artigo em nosso blog e saiba se as máscaras de proteção respiratória podem prevenir as crises de asma!

Share

Sugestões de artigos

ECG portátil, MRPA e MAPA: conheça tecnologias que salvam vidas

Descubra como a tecnologia ECG portátil e os exames MRPA e MAPA estão transformando o cuidado da saúde cardiovascular!

Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Você sabe a diferença existente entre rinite alérgica e sinusite? ... Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Inalação e aspiração nasal: o que saber sobre o assunto

Inalação e aspiração nasal: confira, neste guia, tudo o que você precisa saber sobre esses procedimentos!

Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?

Você notou que agora os canais de comunicação estão falando ... Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?