Doenças Respiratórias

Fazer a prevenção da asma é possível? Saiba como!

prevenção da asma

A asma é uma inflamação crônica das vias aéreas que, devido ao seu caráter hereditário e genético, não pode ser curada. Contudo, existem medidas eficazes e simples na prevenção da asma, que possibilitam ao paciente impedir os principais gatilhos responsáveis pelas crises e, consequentemente, o agravamento da doença.

Geralmente, existem substâncias desencadeadoras que acarretam os sintomas. Uma vez identificadas, os pacientes podem começar a evitá-las durante a rotina. O estresse, por exemplo, pode contribuir para os efeitos da asma em algumas pessoas.

Quer entender melhor sobre essa condição? A seguir, você verá mais detalhes sobre como a asma age e de que modo afastar seus principais gatilhos. Confira!

O que caracteriza a asma?

A asma é caracterizada pela obstrução das vias aéreas e a hipersensibilidade dos brônquios, muitas vezes causada por fatores genéticos. A doença é desencadeada por múltiplos estímulos, alérgicos e não alérgicos. As principais manifestações da asma são a tosse, dificuldade respiratória e sibilância (chiado no peito).

Os sintomas podem aparecer em qualquer momento do dia, principalmente quando o paciente tem contato com fatores estimuladores da doença, mas eles aparecem com mais frequência pela manhã e à noite. Quando se tornam intensos, assim acontece o que se conhece como "crise asmática".

Quais são os principais gatilhos para uma crise asmática?

Os gatilhos que geram uma crise asmática podem variar de pessoa para pessoa. Para pacientes com asma crônica, é importante identificar seus gatilhos e tentar evitá-los ao máximo no dia a dia. Os aspectos mais comuns são:

  • ácaro e poeira;
  • caspa;
  • saliva de animais;
  • fezes de barata;
  • pólen;
  • aditivos alimentares (encontrados em vinhos, frutas secas, sucos etc.);
  • estresse e ansiedade;
  • fumaça de cigarro e poluição;
  • ar frio e seco;
  • infecções respiratórias.

Como fazer a prevenção da asma?

As medidas para prevenir a asma envolvem o combate aos gatilhos responsáveis pelas crises da doença. Veja, a seguir, algumas recomendações.

Afaste-se do cigarro

A fumaça do cigarro provoca a destruição progressiva dos brônquios, o que é especialmente prejudicial para pacientes asmáticos, que sofrem de uma inflamação crônica na região. A recomendação para pessoas com asma é não compartilhar dos mesmos espaços com fumantes e, caso fume, eliminar esse hábito o quanto antes.

Deixe os espaços bem-ventilados

Mantenha os móveis da casa de uma maneira que favoreça a circulação de ar no seu interior. Por exemplo, é importante deixar a luz do sol entrar pelas janelas para garantir o máximo de ventilação. Quanto menos arejados são os espaços de convívio, maior é a quantidade de ácaros e de poeira acumulada.

Limpe a casa

Poeira, mofo e ácaro são os principais gatilhos para crises asmáticas. Então, além de deixar a casa bem ventilada, limpe os móveis e o piso, pelo menos, uma vez por semana. Aspirador de pó e um pano úmido podem ser os utensílios suficientes. Não use produtos de limpeza com cheiros fortes, pois eles também desencadeiam a asma.

Para o tratamento da asma, é necessário o acompanhamento de um especialista para avaliar o estado de saúde e definir os medicamentos mais adequados para cada paciente. Em todos os casos, as medidas de prevenção da asma são úteis para evitar gatilhos que geram crises da doença.

Se você gostou das dicas que separamos, não se esqueça de compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais. Você estará ajudando colegas que talvez sofram com crises asmáticas.

Share

Sugestões de artigos

ECG portátil, MRPA e MAPA: conheça tecnologias que salvam vidas

Descubra como a tecnologia ECG portátil e os exames MRPA e MAPA estão transformando o cuidado da saúde cardiovascular!

Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Você sabe a diferença existente entre rinite alérgica e sinusite? ... Tudo o que você precisa saber sobre a relação entre rinite alérgica e sinusite

Inalação e aspiração nasal: o que saber sobre o assunto

Inalação e aspiração nasal: confira, neste guia, tudo o que você precisa saber sobre esses procedimentos!

Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?

Você notou que agora os canais de comunicação estão falando ... Qual o tratamento para Mycoplasma Pneumoniae?