Alto índice de pessoas hipertensas no Brasil é alerta para aferição da pressão arterial com mais frequência

Alto índice de pessoas hipertensas no Brasil é alerta para aferição da pressão arterial com mais frequência

Abril de 2018 – A data 26 de Abril é conhecida como o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, problema que, de acordo com o Ministério da Saúde, atinge quase um terço da população adulta brasileira. Apesar do dia ter o objetivo de fomentar a conscientização sobre o problema, o número de pessoas diagnosticadas com hipertensão no país só tem crescido nos últimos 10 anos. 
 
Os dados são preocupantes, uma vez que a hipertensão é a principal causa de doenças cardiovasculares e, quando não tratada, é a maior causadora de eventos, como AVC e infarto. Uma preocupação em relação a medida correta e o acompanhamento dos pacientes é o “efeito do avental branco”, que faz com que o paciente tenha um aumento súbito do nível de pressão arterial ao se deparar com um profissional de saúde ou mesmo só de chegar a um ambiente médico-hospitalar, e o diagnóstico de hipertensão pode ser feito inadequadamente.  Para esses casos, a aferição de pressão arterial domiciliar pode ser uma aliada importante.  
 
Diferente da aferição no hospital ou no consultório, em casa, o paciente está mais tranquilo e dentro de sua rotina. “Muitas pessoas ficam muito tensas ao lidar com o médico ou frente a um hospital. Por isso, o monitoramento residencial é fundamental para auxiliar no diagnóstico e no tratamento adequado do paciente. Com o acompanhamento constante, é possível ajustar a medicação e até prevenir situações de risco, procurando auxílio de um médico a tempo de evitar um evento cardiovascular grave”, de acordo com Marco Mota, Investigador Principal do Centro de Pesquisas Clínicas Centro Universitário Cesmac.
 
“Vários estudos tem mostrado que a medida domiciliar da pressão arterial é um aliado na participação do paciente no tratamento, melhorando a adesão e o controle a doença”, como descreve Luiz Bortolotto, diretor científico da SBH.
 
De acordo com a Omron, gigante japonesa em dispositivos e equipamentos de cuidados para a saúde, além de importante alternativa no diagnóstico da doença, a medição de pressão domiciliar também se torna fundamental para o paciente que é identificado com hipertensão.
 
 
A escolha do medidor de pressão
 
Ainda de acordo com a empresa, 75% dos medidores comercializados no Brasil são de punho. Esse comportamento de consumo é diferente de todos os demais países no mundo, que sempre consomem consideravelmente um número maior de medidores de braço, que vem com a braçadeira. 
 
Os dois tipos de medidores trazem resultados precisos, porém ao usar o medidor de punho, que permite mobilidade e praticidade por não ter braçadeira, muitas pessoas tendem a não seguir o protocolo médico que é essencial para uma aferição adequada. Para obter precisão no resultado, os medidores de pressão com sensores de posição são uma boa opção.
 
Dicas para medir a pressão arterial corretamente: 
 
• Não praticar atividades intensas pelo menos 20 minutos antes de medir a pressão
• Sentar-se em uma posição confortável
• Medir a pressão do braço esquerdo
• Esvazie a bexiga antes
• De preferência, faça a medição de manhã e em jejum, antes de tomar qualquer medicação
• Não tomar café ou outra bebida com cafeína e outros ingredientes estimulantes (gengibre, canela, chá verde, erva mate e outros) minutos antes de medir a pressão
• Caso esteja utilizando o medidor de punho, mantenha o braço na altura do coração
 
Para destacar essas e outras dicas, a Sociedade Brasileira de Hipertensão em parceria com a Omron, irá realizar no dia 26 de abril, quinta-feira, das 8h às 17h, uma ação na Paulista, 2.073, para conscientização das pessoas que transitam pelo local. 
 
A participação da Omron no evento é mais uma iniciativa que ratifica a missão da empresa de contribuir para uma sociedade melhor ao disponibilizar equipamentos médicos inovadores, clinicamente validados para a monitorização da saúde, tratamento e a prevenção de doenças. 
“Sabemos dos altos índices de hipertensão, problemas respiratórios, dores, sedentarismo, entre outras condições na população brasileira e, por isso nos comprometemos com a saúde da população fornecendo equipamentos confiáveis, práticos e de alta tecnologia”, afirma Wanderley Cunha, CEO e presidente da Omron Healthcare Brasil. 
 
Serviço
Quando: 26/04
Onde:  Avenida Paulista 2.073. 
Ações da Omron: Presença de promotores para demonstração do uso correto de monitores de pressão arterial e distribuição de brindes e materiais educativos.
Voltar à vista geral