Situação da Vida Real - Horários dos medicamentos

Situação da Vida Real - Horários dos medicamentos

"Doutor, sou hipertenso de longa data e tomo dois remédios diariamente, pela manhã. Gostaria de fazer duas perguntas: a primeira é se devo tomar os dois juntos pela manhã, ou um pela manhã e o outro à noite? A outra pergunta é se devo suspender a medicação quando for visitar o médico, para saber se o remédio está mesmo fazendo efeito?"

O fato de você usar dois medicamentos (uma associação de remédios) pode significar que a sua pressão já é estágio 2, ou pode ainda ser estágio 1, mas você já é considerado pelo seu médico como de alto ou muito alto risco para desenvolver problemas cardiovasculares.

O médico pode ter decidido partir (dividir) a curva de sua pressão duas vezes, e por isso recomendar duas tomadas ao dia. Algumas (raras) vezes eu faço isso. Na maioria dos casos opto por uma associação fixa de dois medicamentos, porque isso melhora a adesão ao tratamento e a chance do paciente se esquecer do remédio será menor. Isso também ocorre porque a maioria dos remédios tem ação de 24 horas no corpo, permitindo o uso uma vez ao dia. A melhor hora é pela manhã ao despertar, pois assim estará mais protegido, uma vez que é entre as 6 e às 10 da manhã que os problemas do coração são mais frequentes.

A outra pergunta é se os remédios devem ser tomados antes das visitas e a minha resposta é sim. O médico apenas poderá saber se o remédio que lhe prescreveu está adequadamente controlando a sua pressão, se no dia da visita você tomar na hora indicada os seus medicamentos.

Pode ser que seu médico faça uma recomendação diferente, quando ele estiver desconfiando da necessidade de interromper o seu tratamento ele irá pedir a suspensão dos medicamentos com alguns dias de antecedência da consulta.

No tratamento da hipertensão existem muitos mitos e verdades. Recomendo sempre discutir com seu médico para não se basear em mitos que podem atrapalhar o tratamento e também o relacionamento médico/paciente.


 

Marco Mota   
(CRM 718 – AL) Médico Cardiologista e integrante do
corpo clínico do Hospital do Coração de Alagoas
Voltar à vista geral